brazino777

Objetivo

Elevar a qualidade na educação básica

edu_basica.PNG
Iniciativas
  1. Implantação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC);
  2. Promoção da formação continuada de docentes;
  3. Implantação de modelos de gestão escolar;
  4. Difusão de metodologias e tecnologias com ênfase em STEAM (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática + Artes e Design).

 

Foram realizadas 11 ações para alcançar esse objetivo: 

  • 2 ações de defesa de interesses;
  • 9 ações de prestação de serviços.

 

AÇÕES DE DEFESA DE INTERESSES
Ação 1: Contribuição na elaboração da Base Nacional Comum Curricular e das Diretrizes Curriculares Nacionais para aproximar os conteúdos curriculares da necessidade de formação dos trabalhadores da indústria

O SESI e o SENAI, a convite do Ministério da Educação e do Conselho Nacional de Educação, participaram da etapa de análise e proposição de sugestões para a melhoria do texto final da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) para o Novo Ensino Médio. O SESI e o SENAI defenderam a aproximação dos conteúdos curriculares às necessidades de formação dos trabalhadores da indústria, em especial com o Itinerário V, relativo à formação técnico-profissional.

 

Ação 2: Defesa da ampliação da formação de estudantes pela abordagem STEAM

Em 2019, foi realizado o 1º Seminário Internacional de Educação, realizado em parceria com o jornal O Globo, com o objetivo de influenciar e sensibilizar o País para a implementação da abordagem em STEAM e das competências necessárias para as mudanças exigidas pelas demandadas da indústria 4.0.
Em 2020, durante o II Festival SESI de Robótica, foi realizado o 2º Seminário Internacional SESIde Educação – Construindo Escolas e Cidades inteligentes, com o apoio do Jornal Estadão, que contou com a participação de especialistas do Brasil e do exterior, como Rafael Lucchesi , Felipe Morgado, Iberê Thenório, Debora Garofalo, Pilar Lacerda, Victor Wooten, Chiqui Gonzalez, Macaé Evaristo, entre outros, debatendo a perspectiva da educação como agente transformador das cidades e da sociedade, e do desenvolvimento de currículos, onde a teoria e a prática são integradas, por meio da abordagem STEAM e da aprendizagem mão na massa, aproximando cada vez mais a escola ao mundo do trabalho.
Em agosto de 2022, junto com a programação do Festival Internacional de Robótica, foi realizado o 3º Seminário Internacional SESI de Educação, em parceria com o Canal Futura. O tema desta edição foi o pensamento crítico aliado à educação tecnológica e à inovação, como possibilidade de imaginar futuros possíveis. Abrindo a programação, foi realizada mesa redonda “Quais são os caminhos necessários para uma educação que estimule o pensamento crítico, científico e a inovação?”. Para inspirar novas formas de fazer e fomentar ciência e inovação, o painel “Como acelerar um futuro mais diverso e inclusivo, utilizando tecnologia e inovação na educação?” trouxe cases de sucesso no cenário nacional e internacional. O último painel do seminário “Quais as contribuições dos espaços que conectam arte, ciência e tecnologias para pensarmos uma nova cultura de educação?” abordou a questão da expansão do universo da educação para além das salas de aula. O evento contou com palestrantes internacionais e reuniu um público diverso, formado por professores, profissionais da educação e demais interessados.

 

AÇÕES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Ação 3: Programa SESI de Robótica

OPrograma SESI de Robótica incentiva crianças e jovens a pensarem de forma criativa, lúdica e prática a fim de resolver os problemas do mundo real, utilizando os conteúdos estudados em sala de aula. O Programa visa estimular o interesse dos jovens pela ciência e tecnologia, favorecendo futuros engenheiros e pesquisadores que a indústria brasileira tanto precisa para inovar. 
O ciclo anual do Programa é marcado pelo Festival SESI de Robótica, cujo objetivo é apoiar equipes de crianças e jovens de 9 a 18 anos, de escolas públicas e privadas e da rede SESI., no desenvolvimento de competências em robótica. 
Na edição de 2019, o Festival contemplou três competições de robótica abrangendo 117 equipes. Dessas, seis equipes de alunos da Rede SESI foram premiadas, com destaque para o 1º lugar em Design Mecânico do Robô e 2º lugar em Estratégia e Inovação. 
O Festival SESI de Robótica, realizado em  2020, contou com a participação de equipes dos 27 estados brasileiros e 1.058 competidores, distribuídos em 160 equipes nas mesmas três modalidades de competição. Essa temporada teve a participação de equipes de escolas públicas, particulares e do SESI e, para que pudessem chegar ao Torneio Nacional no Festival, os estudantes participaram de 19 Torneios Regionais, que mobilizaram mais de 5.500 competidores. 
Algumas das produções intelectuais apresentadas nos Festivais foram premiadas internacionalmente e outras estão em processo de reconhecimento de patentes. 
Com a pandemia COVID e a proibição de encontros presenciais, foram realizados, ainda, dois desafios de robótica inteiramente em formato remoto. O Torneio SESI de Robótica - DesafioCOVID-19 incentivou estudantes de todo o Brasil a desenvolverem projetos de inovação propondo soluções de prevenção, combate e diagnóstico à COVID-19, e dele participaram 1.993 estudantes, distribuídos em 367 equipes. O segundo desafio remoto foi o Torneio SESI deRobótica – Desafio Relâmpago Volta às Aulas, no qual os estudantes foram motivados a propor soluções seguras para o retorno às aulas em meio à pandemia da COVID. Nesse foram mobilizados 663 estudantes, distribuídos em 120 equipes, sendo que a participação das meninas foi expressiva alcançando 47% dos participantes no Desafio COVID e 72% no Desafio Volta às Aulas. 

Em 2022, o SESI sediou pela primeira vez no Brasil um evento internacional de robótica – o SESI FIRST LEGO League International Open Brazil -, com a participação de equipes de mais de 35 países, mobilizando cerca de 1.000 competidores, de 118 equipes. O encontro aconteceu entre os dias 5 e 7de agosto, no Rio de Janeiro, e contou com mais de 19.000 visitantes ao longo do evento. 

 

Ação 4: Capacitação de profissionais da Educação Básica e Nova EJA 

O SESI realizou ações de formação de professores no Novo Ensino de Jovens e Adultos (Nova EJA), em metodologias com foco em STEAM (ciências, tecnologia, engenharia, matemática + arte/design), tais como aprendizagem por meio de resolução de problemas, utilização de espaços makers, Design Thinking, desenvolvimento de competências para o mundo do trabalho, entre outras.
Em 2018, o SESI capacitou mais de 1.200 profissionais de sua rede, ofertando cursos destinados à implementação da metodologia de ensino SESI.
Em 2019, foram realizadas ações de capacitação de profissionais para elaboração e utilização do novo material didático, implementação do Novo Ensino Médio e Nova EJA, utilização de ferramentas digitais e tecnologias educacionais, e robótica educacional. As formações foram ofertadas à toda Rede SESI, sendo capacitados mais de 9.400 professores e coordenadores na área pedagógica, e 8.700 profissionais na área de tecnologia e robótica.
O ano de 2020 foi iniciado com as ações formativas das semanas pedagógicas nos estados, ocorridas entre os meses de janeiro e fevereiro.
Foram realizadas capacitações e treinamentos em temas como: Novo Ensino Médio, avaliações pedagógicas, utilização de ferramentas digitais de ensino e robótica educacional, totalizando mais de 490 horas, para 4.275 profissionais, em 25 estados.
No mesmo ano, foram ofertadas capacitações relativas aos currículos do SESI alinhados à BNCC, ferramentas digitais educacionais, plataformas de aprendizagem, sistema de gestão escolar, entre outros, além de capacitações direcionadas ao apoio pedagógico na época da pandemia com a participação de aproximadamente 18.600 profissionais da Rede SESI.
No âmbito da educação tecnológica, foram realizadas capacitações relativas à robótica educacional, Plataforma SESI de EAD, plataforma de programação, ferramentas em sala de aula, entre outras, totalizando mais de 110 horas de formação, com 11.273 inscrições.
Os números apresentados se referem às inscrições em cada tipo de curso. Ressalte-se que um mesmo profissional pode realizar mais de uma capacitação.
Em 2021, foram realizadas diversas ações de formação, em temas relacionados aos eixos pedagógico, tecnológico e de gestão escolar, para os diferentes grupos de profissionais que compõem a Rede SESI. Foram inscritos 16.915 profissionais (gestores, coordenadores, professores e  equipe técnica) nas ações formativas ofertadas.
Em 2022, com a criação do Centro SESI de Formação em Educação, a oferta de cursos  e de outras ações de formação voltadas para os profissionais da Educação Básica passaram a integrar a carteira de projetos do Centro, conforme detalhamento descrito na Ação 7. 

 

Ação 5: Programa SESI de Gestão Escolar (PSGE)

O Programa SESI de Gestão Escolar (PSGE) é uma iniciativa que preconiza a melhoria contínua da gestão escolar, por meio do aprimoramento da eficiência e da eficácia nos processos escolares e da otimização dos custos, com vistas a garantir a sustentabilidade financeira das escolas e com foco na melhoria dos resultados de aprendizagem dos alunos.
Em 2021, o SESI iniciou a implantação do PSGE, em caráter piloto, em 27 escolas de sua Rede, de 26 unidades da federação. Para isso, foi ofertado um curso à distância na Etapa 1 - Formação Inicial, de 70h, para difundir conhecimentos básicos de Gestão Escolar, bem como as principais características da Rede SESI. Foram inscritos 257 alunos, com percentual de 96% de concluintes, evidenciando  um alto nível de engajamento do público com a iniciativa.
Em função do resultado positivo da Formação Inicial, o curso foi incorporado ao portfólio de cursos livres da Unindústria, possibilitando a sua execução por profissionais interessados na temática de gestão escolar, mesmo que não atuem em escolas que estão implementando o programa.
Com a criação do Centro SESI de Formação em Educação, em março de 2022, as ações do Programa SESI de Gestão Escolar passaram a ser conduzidas pelo Centro, tendo em vista o seu caráter predominantemente formativo. 
Assim, no 1º semestre do mesmo ano iniciou-se a Formação Específica, cuja realização é concomitante à implementação do programa nas escolas e cujo foco é o aprofundamento na metodologia do Programa SESI de Gestão Escolar. Com carga-horária de 140h, tal iniciativa foi executada  entre os meses de fevereiro e outubro do mesmo ano, alcançando 235 gestores escolares de 27 escolas da Rede SESI, em 26 unidades da federação. Ao final deste ciclo formativo que abrangeu a Formação Inicial (60h) e a Formação Específica (140h), foi realizado  o evento de Certificação de Gestores, em novembro de 2022, em Brasília, ocasião em que foram reunidos representantes das escolas para celebrar a certificação dos 235 profissionais, bem como discutir aspectos de aprimoramento das ações. 
No que se refere à implementação do PSGE nas 27 escolas da Rede SESI, em 2022 também foram realizadas: Etapa 2 – Ações Preparatórias, Etapa 3 – Diagnóstico escolar e Etapa 4 - Elaboração do Plano de Melhoramento. Desta forma, a partir de 2023, mediante execução das ações previstas no Plano de Melhoramento da Gestão, as escolas poderão pleitear a Avaliação Externa com a finalidade de atestar o aprimoramento contínuo da gestão.

 

Ação 6: Novo Sistema Estruturado de Ensino 

O SESI propôs, em 2020, a criação de um Sistema Estruturado de Ensino Autoral, visando o desenvolvimento de estratégias e metodologias para promover a aprendizagem de crianças, jovens e adultos, com foco no desenvolvimento humano e orientação para o mundo do trabalho.
Além de direcionar a forma educacional em abrangência nacional, o Sistema Estruturado de Ensino, sendo de direito autoral do SESI, assegura uma autonomia para a Rede e suscita possibilidades de expansão da metodologia SESI de Ensino para outras instituições - em especial, as escolas públicas, que recebem público alvo semelhante.
Em 2022, a Rede SESI de Educação de 24 unidades da federação utilizou o material didático autoral e 82.372 estudantes, de todas as etapas da Educação Básica Regular, foram impactados diretamente.
Foram investidos recursos para que 147 escolas utilizassem o material em 2022, totalizando 82.372 kits de livros para alunos e 45.625 livros para professores. 
Além disso, materiais didáticos de todas as Etapas da Educação Básica Regular e da Nova Educação de Jovens Adultos – EJA foram atualizados, totalizando 109.593 páginas de material didático revisadas e editoradas a partir de 21.337 mil emendas propostas pelos professores da Rede SESI.
Todos os materiais da Educação Básica regular também tiveram suas revisões iniciadas e está prevista para março de 2023 a finalização de 452 cadernos para os livros do Ensino Fundamental, Educação Infantil e EJA.

 

Ação 7: Engaja SESI - formação específica para coordenadores pedagógicos, professores e gestores escolares

O SESI desenvolveu, em parceria com a Universidade Corporativa SESI SENAI (Unindústria), formação específica para coordenadores pedagógicos, professores e gestores escolares, sob o título “Engaja SESI”.
Os cursos para professores das quatro áreas de conhecimento e para coordenadores pedagógicos foram ofertados a partir de agosto de 2019.
A partir de 2020, foi ofertado curso específico para gestores escolares, direcionado à implementação do projeto do Novo Ensino Médio do SESI.
A formação para o Novo Ensino Médio passou por reformulação durante o ano de 2021  com a modernização da metodologia de formação de professores e as turmas do novo curso foram já  ofertadas a partir de 2022, sob a condução do Centro SESI de Formação em Educação.

 

Ação 8: Centro SESI de Formação em Educação | Programa de Especialização Docente (PED Brasil)

Em 2022, a Resolução CN-SESI nº 0072/2022 formalizou a criação do Centro SESI de Formação em Educação, iniciativa com o propósito de fomentar a melhoria da qualidade da educação básica brasileira por meio da oferta de formação continuada e de pós-gradução para  docentes, gestores, coordenadores pedagógicos e demais profissionais de educação das redes pública e privada, além da própria Rede SESI. Em linhas gerais, são duas frentes de atuação: a primeira é voltada para a formação de profissionais da rede SESI e de multiplicadores, ou seja, pessoas que, depois de formadas, serão capazes de capacitar outros profissionais e, a segunda, para profissionais da Educação Básica de todas as redes de ensino.
Tendo a qualidade como premissa de suas ações e abordando temas relevantes à prática pedagógica, o Centro materializa o reconhecimento de que a formação continuada é necessária e muito importante para a elevação da qualidade da educação, tanto para a Rede SESI de Educação quanto para as demais redes de educação no Brasil, além de abordar junto aos professores as competências e habilidades requeridas para o trabalho do futuro.
A implementação do Programa de Especialização Docente (PED Brasil) é a primeira ação de formação continuada do Centro.  Com base na metodologia da Universidade de Stanford, é um curso de pós-graduação lato sensu em ensino da matemática e ciências da natureza, para professores e professoras da Educação Básica. Ele está pautado nos princípios da excelência e equidade, conexão entre teoria e prática e articulação entre universidades e escolas de Educação Básica, sendo fundamentado nas melhores práticas de formação docente.
O programa conta com instituições parceiras para a construção e oferta dos cursos de pós-graduação, com duração de 3 a 4 semestres. Para que isso ocorra, é necessária ação de formação de formadores (multiplicadores) previamente à oferta da pós-graduação, que orientará os professores da Rede SESI na construção dos cursos de especialização.
A formação tem como objetivo demonstrar as práticas, princípios pedagógicos e apresentar o currículo do PED Brasil para docentes que vão atuar no oferecimento do curso de especialização em seu respectivo departamento regional.  
Em 2022, foram iniciadas as formações de 60 professores da Rede SESI de Educação de 6 unidades da federação – Bahia, Espírito Santo, Goiás, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e Sergipe – e foram realizados momentos presenciais, assíncronos e síncronos estimulando a participação dos cursistas, a fim de desenvolver as competências requeridas na formação.
Outra iniciativa de destaque implementada em 2022 pelo Centro SESI de Formação em Educação foi a estruturação dos Núcleos de Formação Docente e Mentoria, que busca a valorização dos profissionais de Educação da Rede SESI, por meio da formação continuada e do compartilhamento das boas práticas entre os profissionais da rede. Além disso, os Núcleos estimulam processo de mentoria em seus Departamentos Regionais, fortalecendo a atuação em rede e o papel de multiplicadores, apoiando na implementação pedagógica da metodologia SESI de Educação, tais como: Sistema SESI de Educação (SSE), Novo Ensino Médio, Nova EJA e outras políticas educacionais. 
No âmbito da estruturação dos Núcleos de Formação Docente e Mentoria, a Rede SESI de Educação de 24 unidades da federaçao manifestou interesse em aderir ao projeto, alcançando, inicialmente, cerca de 400 profissionais.
Adicionalmente, vale destacar outras ações do Centro SESI de Formação, no formato autoinstrucional, que alcançaram mais de 10 mil matrículas perfazendo temáticas relativas à proposta pedagógica da Rede SESI de Educação, tais como: Conhecendo o Programa SESI de Educação Tecnológica, Gestão do Novo Ensino Médio, Trilhas Formativas por área do conhecimento, dentre outras formações.

 

Ação 9: Programa SESI Educação Tecnológica

O Programa SESI Educação Tecnológica visa atender às necessidades da indústria por novos perfis profissionais em um ambiente cada vez mais mediado por tecnologias contemporâneas e emergentes, o que demanda pessoas capazes de mobilizar conhecimentos, competências e habilidades, além de propor soluções para os problemas complexos, atuais e futuros da sociedade, considerando aspectos éticos, sociais, econômicos, políticos e ambientais.
Foi realizada uma série de ações que compõem o Programa, entre as quais  destaca- se a implementação da CoderZ - Plataforma de Simulação de Robôs Lego EV3 e Programação, disponibilizada à Rede SESI DE 27 unidades da federaçã, através de API no Portal SESI Educação, ofertada para estudantes do ensino regular do SESI do 6º ano do Ensino Fundamental ao 1º ano do Ensino Médio.
Ações de implementação das tecnologias educacionais da Microsoft, como o Office 365 e o Minecraft Education Edition, contemplam todas as escolas da rede SESI, de 26 unidades da federação. Essa ação promove a qualidade da aprendizagem por meio de ferramentas e metodologias inovadoras colocadas à disposição de professores, estudantes e gestores.
Em 2020, foram capacitados 355 professores multiplicadores para o ensino da plataforma e 66.957 licenças foram utilizadas pelos estudantes. A plataforma incentiva o pensamento computacional no âmbito da lógica de programação e resolução de problemas, competência exigida pelo mundo do trabalho.
Foram ofertadas, ainda, 172 horas de formação presencial para atuação com robótica educacional e 2.957 horas de assessoria pedagógica online para os profissionais de educação da Rede SESI de Educação de 27 estados, abordando temas atuais, entre eles: programação, metodologias ativas, planejamento de atividades para o ensino híbrido, conceitos tecnológicos e a Base Nacional Comum Curricular – BNCC. Também foi distribuído material didático impresso para todas as escolas do SESI que atuam robótica educacional no Ensino Fundamental e Médio. A assessoria pedagógica aos professores tem importância estratégica e crucial para atender aos desafios do novo cenário educacional mundial.
Em 2022, foi disponibilizado material didático de Educação Tecnológica para a Rede SESI de 10 unidades da federação. Foram adquiridas licenças para que 80% dos estudantes do Ensino Fundamental Anos Finais e 1º do Ensino Médio utilizem a plataforma de simulação de robô e ensino de programação. 
Além disso, foi incentivada a inscrição de 26 escolas da rede SESI, uma de cada unidade da federação, no programa Showcase School , que promove ambientes de aprendizado que incentivam o protagonismo dos alunos, preparando-os para os desafios da vida profissional. Para se tornar uma instituição reconhecida é preciso cumprir todas as etapas de um processo de transformação do próprio ambiente educacional. A escola passa por um programa chamado de Showcase Incubator Path, com várias atividades de desenvolvimento que incluem o gestor escolar e a equipe docente. O programa tem quatro eixos: Liderança & Política, Ensino & Aprendizagem, Ambientes Inteligentes e Sucesso do Alunos & da Escola.
As 26 escolas participaram do processo para obtenção do reconhecimento internacional Microsoft Showcase School. Destas, 22 escolas permaneceram na incubadora Showcase school, e 4 obtiveram o reconhecimento internacional, totalizando, ao final de 2022, 7 escolas Showcase na rede SESI.

 

Ação 10: Programa Escola SESI de Referência

Em 2022, foi criado o programa Escola SESI de Referência, com uma proposta pedagógica inovadora e infraestrutura moderna e tecnológica. Trata-se de um programa que desenvolve a Educação Básica para além da Rede SESI, servindo como farol para, também, mover a Educação Básica no Brasil, sobretudo na rede pública. 
A identidade das Escola SESI de Referência está fundamentada em quatro eixos: (i) organização de conteúdo e formação de professores; (ii) gestão escolar; (iii) tecnologias educacionais; e (iv) infraestrutura física.
Três escolas participantes do programa inauguraram suas operações, em 2022, nos estados do Paraná, Ceará e Santa Catarina. Para 2023, estão previstas a inauguração de mais 14 unidades escolares, e início das obras de mais 11 unidades escolares.

 

Ação 11: Plataforma Digital de Aprendizagem

O SESI realizou uma transformação digital escolar com a utilização de ferramentas educacionais de alto nível que, aliada à metodologia do SESI, potencializa a aprendizagem, ressignifica a sala de aula e engaja os alunos. 
Plataformas digitais pedagógicas apoiam o processo de ensino e de aprendizagem, na busca dos melhores resultados. E, também, auxiliam no acompanhamento constante do processo educativo dos alunos da Rede SESI, por parte dos gestores, coordenadores, professores, pais e responsáveis.
Em 2022, foram implementadas ações para que 202.250 estudantes da Rede SESI utilizassem a Plataforma Digital de Aprendizagem, que é composta por: (i) plataforma de aprendizagem adaptativa, que utiliza algoritmos para fomentar a personalização do ensino, atendendo especificidades de cada estudante com o direcionamento de recursos didáticos capazes de subsidiar o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias para o século XXI; (ii) plataforma de redação, voltada para o ensino de redação, por meio da oferta de um programa de letramento; e (iii) plataforma de apoio e suporte educacional, que organiza e disponibiliza os materiais didáticos em um repositório digital para o acesso de professores e alunos.

 

AÇÕES RELACIONADAS:

Elaboração e divulgação do documento “Neurociência e Educação: olhando para o futuro da aprendizagem”. O documento é fruto do diálogo entre uma neurocientista e uma educadora, e trata de 12 princípios na Neurociência relacionados à aprendizagem, bem como de 22 tendências que estão delineando a educação do futuro. Com linguagem de fácil acesso, são mostradas importantes visões para um percurso educacional mais alinhado com a formação de pessoas preparadas para enfrentar os grandes desafios da atualidade e do futuro. O estudo está como ação do objetivo “Elevar a qualidade na educação básica”.

brazino777 Mapa do site